Otoplastia

A orelha é uma das partes do corpo humano que poderá trazer o estigma familiar: “O filho tem a orelha do pai”! Muitas vezes a “orelha em abano” é encontrada em vários membros da família e constitui uma identificação negativa, principalmente na infância, trazendo como consequência marcas profundas no comportamento da criança.

Por isso, existe uma idade ideal para se fazer a cirurgia de correção do abano: 5 a 7 anos, período em que a orelha já está totalmente formada e quase igual ao tamanho daquela do adulto. Além do mais, por se tratar de um período pré-escolar, nessa fase começam os problemas de ordem psicológica.

Preencha o formulário e tire seus dúvidas, para sua comodidade ligaremos para você!



Dúvidas e informações

A cirurgia de orelha deixa cicatrizes?

A cicatriz dessa cirurgia é praticamente invisível, por localizar-se atrás da orelha, no sulco formado por esta e o crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar quase imperceptível, mesmo em algumas técnicas que utilizam pequenas incisões na face anterior.

Qual é o tipo de anestesia utilizada?
Em crianças, anestesia geral. Em adultos, anestesia local com ou sem sedação (a critério do cirurgião).

Qual é o período de internação?

Meio período a um dia, dependendo do tipo de anestesia e idade do(a) paciente.

Quanto tempo demora o ato cirúrgico?

Geralmente, em torno de 90 a 120 minutos. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois a permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Há perigo nessa operação?

O perigo não é maior ou menor que aquele de se viajar de automóvel ou avião. São riscos do cotidiano, que estamos acostumados a enfrentar.

Há dor no pós-operatório?

Certo incômodo poderá ocorrer no pós-operatório. Essa intercorrência é possível de ser combatida com analgésicos comuns.

Como é o curativo?

Faz-se a proteção da cicatriz com curativos pequenos. Protege-se a orelha (principalmente em crianças), nos primeiros dias, com uma espécie de touca, a fim de evitar traumatismos locais. Em alguns casos, recomenda-se o uso das faixas tipo “ballet”ou “tenis”.

Quando são retirados os pontos? Há dor?

Em torno do oitavo dia. A retirada dos pontos não causa dor.
Em quanto tempo se atinge o resultado definitivo?

Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80% do resultado almejado. Após 12 semanas, o resultado será definitivo.

Não há risco de voltar o problema após a cirurgia?

Desde que devidamente conduzida a cirurgia, o resultado será definitivo. Convém salientar que uma leve assimetria poderá ocorrer. Mesmo as pessoas não operadas e que tenham orelhas normais não apresentam simetria absoluta.

Recomendações

*Pré-operatórias:

-Comunicar seu cirurgião plástico até 2 dias antes da cirurgia, em caso de gripe, período menstrual, indisposição, etc;

– Internar-se no hospital indicado na guia, obedecendo ao horário de internação;

– Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas, na véspera da cirurgia;

– Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, de que eventualmente faça uso, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos;

– Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros por um período de aproximadamente 4 a 5 dias;

* Pós-operatórias:

– Evitar esforços por 8 dias;

– Levantar-se tantas vezes quanto lhe forem recomendadas por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentado(a);

– Não se expor ao sol ou friagem, por um período mínimo de 1 semana;

– Obedecer às prescrições médicas;

– Voltar ao consultório para os curativos subsequentes, nos dias e horários estipulados;

– Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de se esquecer que foi operado(a) recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-lo(a) a um esforço inoportuno, causando transtornos. Vale ressaltar que entre o 3º e o 5º dias pós-operatórios, poderá haver uma discreta depressão emocional ou física. Isto é previsto e explicavel pela recuperação do seu organismo;

– Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com o seu cirurgião plástico, e somente com ele, quaisquer dúvidas que possa ter;

– Alimentação normal (salvo em casos especiais). Recomendamos alimentação hiperprotéica (carnes, ovos, leite ) assim como o uso de frutas;

– Aguarde para fazer sua “dieta ou regime de emagrecimento” após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria poderá determinar conseqüências de difícil solução.

Rua Araguari, 1705 - sl. 303 - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 30190-111

(31) 3275.1488

contato@sbcpmg.org.br