Histórico

Nosso HistóricoHistórico

Atualmente

Em 1º janeiro a Regional Minas da SBCP passou a ter nova diretoria. A gestão 2020/21 é composta por Alfredo Donnabella – Presidente, Vagner Carvalho Rocha – Secretário e Kennedy Rossi Santos Silva – Tesoureiro. A passagem simbólica da gestão foi realizada na cerimônia de formatura dos alunos do Curso de Educação Continuada (CEC) em dezembro, na sede da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG). Na ocasião, o Dr. Alfredo Donnabella recebeu as chaves da Regional para a gestão 2020-21. Em reuniões, a diretoria preparou o cronograma de ações da Regional Minas para os meses do ano. Dentre as atividades, a realização de eventos e encontros com os cirurgiões mineiros. “Aceitamos este grande desafio de transformar demandas em ações para entregar aos nossos colegas de Minas ganhos em representatividade, troca de experiências e capacitação técnica. O plano é elevar Minas a um novo patamar” – Dr. Alfredo Donnabella (Presidente).

Anos 2000

Biênio 2018-2019

Neste biênio assumiu como presidente o Dr. Alexandre Alcides Mattos de Meira, acompanhados por Dra. Ian Goedert Leite Duarte como Secretária e Dr. Hugo Rodrigues como Tesoureiro. Durante a gestão do Dr. Alexandre Meira os veículos de comunicação da Regional foram atualizados e o Jornal Plástica em Minas voltou a ser publicado trimestralmente. O calendário de eventos foi cumprido com a realização mais de 30 eventos entre cursos, simpósios e as Jornadas Mineiras de Cirurgia Plástica. Duas ações merecem destaque, a compra da nova sede, para um espaço mais moderno e bem localizado e a produção do livro História da Cirurgia Plástica com a trajetória de importante cirurgiões plásticos e as evoluções da especialidade.

Biênio 2016-2017

A Diretoria foi composta por Marcelo Versiani Tavares (Presidente), Eugênio Alfonso Sempertegui Coronel (Secretário) e Roberto Junqueira Polizzi (Tesoureiro). Durante sua gestão, a Diretoria esteve focada na busca de fomentar a produção científica e aumentar a presença dos mineiros no cenário científico nacional, estimular uma maior união e interação entre todos, bem como fortalecer as relações interinstitucionais, inclusive com o judiciário. Neste período a Regional ganhou um novo website e foram implantados os canais no Instagram e Facebook.

Biênio 2014-2015

A Diretoria da Regional Minas da SBCP neste período foi formada por Antônio Carlos Vieira (presidente), Marcelo Versiani Tavares (secretário) e Alfonso Sempertegui Coronel (tesoureiro). Um dos principais objetivos desta equipe foi a qualificação dos cirurgiões plásticos mineiros. Para isso, investiram na realização de jornadas, simpósios e cursos, na capital e no interior. Valorização do cirurgião plástico, combatendo os falsos mutirões e alertando a população de que cirurgia plástica é com cirurgião plástico foi outra bandeira da Diretoria. Uma de suas maiores preocupações foi a sobrevivência financeira da SBCP-MG, que deu continuidade ao Plano de Parceria com patrocinadores, iniciado na gestão anterior, responsável pela ampliação da gestão financeira da instituição. Mas, sem dúvida, o maior feito da gestão 2014-2015 foi a realização do 52º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica em Belo Horizonte.

Biênio 2012/2013

Em 2012, Cláudio Salum Castro assumiu a presidência da SBCP-MG, após quatro anos nas funções de tesoureiro e secretário. Os demais membros da diretoria que tomaram posse foram Marcelo Versiani Tavares (Secretário) e Antônio Carlos Vieira (Tesoureiro). Durante a gestão de Salum, a logomarca da Regional foi repaginada, ganhando formas mais modernas e destacando mais o estado de Minas Gerais. Foram quatro Mutirões de Cirurgia Plástica que beneficiaram homens, mulheres e crianças carentes com cirurgias de blefarosplastia, reconstrução mamária e orelhas em abano. Os eventos científicos foram um sucesso de público e qualidade científica, com a realização das 6ª e 7ª edições do Simpósio Mineiro de Intercorrências em Cirurgia Plástica, 4º e 5º Curso de Inclusão de Implantes com Cirurgias ao Vivo, 6º e 7º Congresso Sul Mineiro, 2ª e 3ª edições do Simpósio de Cirurgia Plástica no Leste Mineiro e 17ª e 18ª Jornada Mineira de Cirurgia Plástica.

Biênio 2010/2011

Em 2010, tomaram posse Eduardo Nigri dos Santos (presidente), Cláudio Salum Castro (secretário) e Antônio Carlos Vieira (tesoureiro). Nessa gestão, o sucesso em realização de eventos científicos de qualidade continuou com a 4ª e 5ª edições do Simpósio de Intercorrências, 4ª e 5ª edições do Congresso Sul Mineiro, 2ª e 3ª edição do Curso de Inclusão de Próteses, 1º Simpósio do Leste Mineiro e 15ª e 16ª edição da Jornada Mineira de Cirurgia Plástica. Em 2010, a SBCP-MG obteve uma grande conquista: conseguiu a aprovação para realizar a Jornada Mineira anualmente. Em 2011, Eduardo Nigri encerra a sua gestão com chave de ouro. Belo Horizonte venceu a disputa com outras capitais nacionais e irá sediar, em 2015, a 52ª edição do Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica.

Biênio 2008/2009

Em janeiro de 2008, assumiram a diretoria da SBCP-MG os cirurgiões Jorge Menezes (presidente), Eduardo Nigri (secretário) e Cláudio Salum (tesoureiro). De fato, o trabalho dessa diretoria marcou a história da SBCP-MG. Com o projeto da Administração Itinerante, trouxeram mais união e qualificação aos especialistas mineiros, principalmente do interior. Em todos os encontros, (nove, ao todo), a Regional promoveu palestras e debates que visavam à atualização dos cirurgiões plásticos de fora da capital. Em todos eles também foi reservado um tempo para a discussão da situação do profissional nas respectivas cidades, no estado e no país. A comunicação com os sócios continuou eficaz, por meio do site, do jornal e do boletim online. No total, foram 12 Plástica em Minas, 31 Boletins Online e mais de 52 mil visitas ao site.

Biênio 2006/2007

O biênio 2006-2007 foi presidido pelo cirurgião Renato Rocha Lage, juntamente com os diretores Jorge Menezes (secretário) e Eduardo Nigri (tesoureiro). No período, foram realizados vários eventos importantes para a Regional Minas, dentre eles o Simpósio Mineiro de Intercorrências, em Ouro Preto. Uma grande conquista desta gestão foi uma maior integração com a Nacional o que colaborou para que os eventos fossem mais participativos e as ações mais consistentes.

Biênios 2002/2003 – 2004/2005

Nos anos de 2002 a 2006, a diretoria da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional Minas Gerais (SBCP-MG) e do Departamento de Cirurgia Plástica, foi composta pelos cirurgiões Oromar Moreira Filho como presidente, Renato Rocha Lage como secretário e Kleber dos Santos Teixeira como tesoureiro. Algumas ações colaboraram para uma nova etapa na história da cirurgia plástica em Minas. Entre elas, pode-se citar a preocupação da diretoria com a modernização da instituição, tornando-a mais atraente aos sócios. A edição de um novo jornal “Plástica em Minas”, mais moderno gráfica e editorialmente, foi um primeiro passo. O boletim disponível na Internet e o novo site foram outras ações importantes para inserir os cirurgiões plásticos no cotidiano da sociedade mineira,

Biênio 2000/2001

No ano 2000 assumiu a diretoria da Regional Minas Gerais e Departamento de Cirurgia Plástica, os médicos Ataliba Ronan Horta de Almeida como presidente, Oromar Moreira Filho como secretário e Carlos Inácio Coelho de Almeida como tesoureiro. Neste ano foi sediada em Belo Horizonte a XIII Jornada Centro-Oeste de Cirurgia Plástica. Em 2001, a diretoria conquistou para Minas Gerais, no dia 14 de setembro, a oficialização da Jornada Mineira de Cirurgia Plástica. Desde então, este importante evento passou a ocupar seu merecido espaço na agenda dos eventos oficiais da SBCP, tornando-se independente da região designada Centro-Oeste.

Década de 90

Os anos 90 foram marcados principalmente pelos eventos realizados pela Regional e Departamento, como a V Jornada Centro-Oeste de Cirurgia Plástica e a IV Jornada Mineira de Cirurgia Plástica, realizadas pela diretoria composta pelos médicos Sérgio Moreira da Costa (presidente), Oromar Moreira Filho (secretário) e Wellerson Rodrigues Cáspar (tesoureiro), no início de 1991. No final de desse mesmo ano, foi eleita a diretoria encabeçada por Sebastião Nelson Edy Guerra como presidente, Odo Adão como secretário e Carlos Eduardo Guimarães Leão como tesoureiro. Em 1993 foi reeleito Sebastião Nelson Edy Guerra, que manteve inalterada a composição de sua diretoria. Essa gestão organizou o XXXI Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, agendado para o período de 29 de outubro a 02 de novembro de 1994. No ano de 1995 foi realizada nova eleição quando foram conduzidos para o cargo de presidente o Dr. Carlos Eduardo Guimarães, Alberto Gonçalves Camargos para secretário e Múcio Leão Pessoa de Castro para tesoureiro. Neste biênio, foram realizadas duas jornadas Centro-Oeste, conjugadas com duas jornadas mineiras. Em 1996 foram eleitos para a presidência o médico Alberto Gonçalves Camargos, para a secretaria Carlos Inácio Coelho de Almeida e para a tesouraria, Ricardo Sérgio da Fonseca e Alves. A diretoria realizou no ano de 1998 a VIII Jornada Mineira de Cirurgia Plástica e no ano de 1999 a IX Jornada Mineira de Cirurgia Plástica na cidade de Ouro Preto.

Década de 80

A década de 80 ficou marcada pelas inúmeras promoções científicas realizadas pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional Minas Gerais. Outro acontecimento que se destacou no período foi a mudança, em 1985, da Regional e Departamento para uma sede própria, tornando-se independente das instalações da Associação Médica de Minas Gerais. As eleições para diretoria continuavam a acontecer a cada biênio. Em 1980, foram eleitos os médicos Evaldo Alves D’Assumpção como presidente, Eugênia Maria Saraiva como secretária e Ronan Horta de Almeida como tesoureiro. Nesta gestão, com a política de interiorização das atividades, realizou-se a I Jornada de Cirurgia Plástica de Pará de Minas, em novembro de 1982, e a Jornada de Cirurgia Plástica do Trauma, em Varginha, em 1983. Em dezembro de 1983, assumiu a nova diretoria eleita em chapa única. Edgard Rocha Silva – presidente, Eugênia Maria Saraiva -secretária e João Wilson Prados – tesoureiro. No ano de 1985, o médico Edgard Rocha Silva foi reeleito presidente, tendo como secretário Milton Vianna de Castro e como tesoureiro Mauro Ribeiro da Costa. Nesta gestão foi realizado, no Minascentro, em Belo Horizonte, o XXII Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, numa época em que os congressos de cirurgia plástica já viviam novas realidades. De poucas centenas de cirurgiões que participavam, mais de mil passaram a participar dos congressos. Foi também neste mandato que a Regional Minas e o Departamento de Cirurgia Plástica adquiriram sede própria. Em agosto de 1987, tomou posse a diretoria composta pelos médicos Milton Vianna de Castro (presidente), Sérgio Moreira da Costa (secretário) e Teófilo Braz Taranto Goulart (tesoureiro).

Década de 70

A década de 70 foi marcada por grandes avanços, que levaram as entidades a se fortalecerem e ganharem representatividade junto à categoria. Em outubro de 1970, foi criado pelo médico Evaldo Alves D’Assumpção o Curso Teórico Integrado de Cirurgia Plástica, que visava a congregar todos os serviços de cirurgia plástica credenciados em Belo Horizonte numa única programação científica. Inicialmente, este curso era realizado na Clínica Soplar de Cirurgia Plástica. Depois, foi transferido para a sede da AMMG e oficializado pela SBCP-MG. O Curso continua mantendo suas atividades até hoje. Em dezembro de 1971 foi eleita a terceira diretoria da SBCP Regional Minas Gerais, composta pelos médicos José de Oliveira Barra (presidente), José Carlos Ribeiro Resende Alves (secretário) e Francisco Aun (tesoureiro). Apesar de sua existência teórica, fazia-se necessária uma medida para tornar a atuação da Regional mais efetiva. Devido a essas circunstâncias, o cirurgião Evaldo Alves D’Assumpção convocou uma Assembléia Geral entre o Departamento de Cirurgia Plástica e a Regional Minas da SBCP, no dia 11 de dezembro de 1972, para propor a fusão das duas entidades. Para viabilizar a proposta, aprovada em assembléia, Evaldo Alves D’Assumpção, que presidia o Departamento de Cirurgia Plástica naquele ano, tendo José de Oliveira Barra como vice, renunciou ao restante de seu mandato, permitindo a ascensão do vice-presidente à presidência e, com isto, estabeleceu-se uma única diretoria para as duas entidades. Para completar a fusão, foi firmado um convênio com a Associação Médica de Minas Gerais no qual a Regional Minas Gerais passava a ser o Departamento de Cirurgia Plástica da AMMG. Vencidos todos os obstáculos, principalmente os que diziam respeito à condição e direitos dos sócios, passou a existir uma só entidade, congregando todos os cirurgiões plásticos de Minas Gerais. Em 1974, a nova diretoria organizou o XI Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, o primeiro realizado em Minas Gerais. O evento foi realizado na sede da AMMG, de 05 a 10 de maio. Considerando que o total de cirurgiões plásticos brasileiros, naquela época, não ultrapassava algumas poucas centenas, o congresso foi um sucesso. Neste mesmo ano, tomou posse a nova diretoria da Regional Minas Gerais da SBCP e do Departamento de Cirurgia Plástica da AMMG: Antonio da Rocha, como presidente, Maurício José de Oliveira, como secretário, e Rodrigo Otavio Gontijo Tostes, como tesoureiro. Em outubro de 1975, outra eleição empossou os médicos Jairo Guerra da Silva na presidência, Salvador Sabino, de Governador Valadares, na vice-presidência, Valdir Galvão na secretaria e Emília Silva Klein na tesouraria. Durante o mandato de Jairo Guerra da Silva, foram realizados dois eventos de grande importância. A I Jornada de Cirurgia Estética de Minas Gerais, realizada na cidade de Araxá, e o II Congresso Brasileiro de Cirurgia Estética, em Belo Horizonte. Em março de 1978, outra chapa foi montada para assumir o biênio seguinte. Composta pelos médicos José Carlos Ribeiro Resende Alves (presidente) , José de Oliveira Barra (secretário) e Oromar Moreira Filho (tesoureiro), a chapa eleita exerceu mandato até novembro de 1979. Em 1979, após eleição, Lindolfo Chaves Filho assume a presidência, Mauricio José de Oliveira a secretaria e Márcio Greco Guimarães a tesouraria.

Década de 60

A década de 60 registrou um marco para os cirurgiões plásticos de Minas Gerais. Neste período, foi criado o Departamento Regional de Cirurgia Plástica de Minas Gerais, fundado em 1º de dezembro de 1964. A primeira diretoria eleita era composta pelos médicos Olendino Ferreira Prados (presidente) , Ruy Vianna (vice–presidente), Jairo Guerra (1º secretário) e Geraldo Braga (2º secretário). O médico Evaldo Alves D’Assumpção elaborou e organizou o estatuto do novo Departamento que, a partir de então, buscou dar continuidade à ascensão da especialidade em todo o estado. As eleições para mudança de diretoria eram realizadas a cada dois anos. Por isso, no dia 13 de janeiro de 1967, assumiram os cirurgiões Paulo Donnabella – presidente, Evaldo Alves D’Assumpção – secretário, José de Oliveira Barra – 2º secretário, Geraldo Braga – representante do Departamento junto ao Conselho Científico da AMMG e Fábio Carvalho – suplente. Para representar o Departamento Regional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica de Minas Gerais junto à Revista da Associação Médica de Minas Gerais, foi eleito Miguel Sanches, tendo Jairo Guerra como suplente. Em janeiro de 1969, foi eleita a terceira diretoria do Departamento. Assumiram: Lindolfo Chaves Filho – presidência, Ruy Vianna – 1º secretário e Miguel Sanches – segundo secretário. Neste mesmo ano, instalou-se no estado a Regional Minas Gerais da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Por possuir alguns itens estatutários divergentes com os do Departamento de Cirurgia Plástica, foi necessário eleger-se uma diretoria separada, apesar das reuniões acontecerem sempre em conjunto. Lindolfo Chaves Filho (presidente), Miguel Sanches (secretário) e Jairo Guerra da Silva (tesoureiro) constituíram a primeira diretoria da Regional. Esta diretoria teve um mandato excepcionalmente curto, para que as eleições coincidissem com a da nacional. Em 14 de abril do ano seguinte, foi eleita a segunda diretoria, composta pelos médicos Miguel Sanches – presidente, Lindolfo Chaves Filho – secretário e Fernando Rodrigues – tesoureiro. Por ser a entidade mais antiga e ter sede na própria Associação Médica, o Departamento de Cirurgia Plástica era o responsável pela realização das atividades científicas.

Rua Timbiras, 2072, sl. 1105 - Lourdes Belo Horizonte - MG - Brasil CEP: 30170-000

(31) 3275.1488

sbcpmg@sbcpmg.org.br